Links para montadoras

História das logomarcas

Os logotipos acompanham o surgimento das primeiras fábricas de automóveis, no começo do século passado. Como escuderias, agremiações esportivas e outras associações, os primeiros fabricantes de automóveis não dispensavam um símbolo de identificação do modelo, seguindo uma tradição surgida na Idade Média, como os brasões nobiliárquicos.
O significado dos que mais ficaram marcados na história do automóvel:

Alfa Romeo

Em 1907, Cavaliere Ugo Stella, um aristocrata de Milão e Alexandre Darracq, fabricante de carros francês fundaram a companhia “Darracq Italiana”, que começou a produzir automóveis Darracq em Nápoles. Com o fim da parceria, Stella, com o financiamento de outros investidores italianos moveu a linha de produção para uma fábrica desativada em Portello, subúrbio de Milão, mudando, na ocasião, o nome da empresa para ALFA – Anonima Lombarda Fabbrica Automobili. Nicola Romeo assumiu a direção da empresa em 1916 e converteu a empresa numa fábrica bélica para atender as necessidades da Itália e dos aliados durante a I Guerra Mundial. Em 1920 o nome da empresa foi alterado para Alfa Romeo. A logomarca é a estampa da bandeira com a cruz vermelha, que nada mais é que o brasão de Milão, na Itália. A serpente com o homem completa o desenho e representa a família real milanesa.

Aston Martin Lagonda Limited

O primeiro emblema da marca era um círculo de ouro, onde se cruzavam as letras A e Sr. Seu nome é inspirado na prova de subida de montanha de Aston Clinton e no nome do seu fundador, Lionel Martin. Em 1947, o símbolo sofreu modificações. As siglas deram lugar a um par de asas, com o nome Aston Martin ao centro. A nova logo foi baseada em figuras mitológicas. É uma empresa automobilística inglesa com sede em Gaydon, Warwickshire, Inglaterra. 

Audi

As quatro argolas unidas representam as marcas alemãs que formaram a Auto Union, fundada em 1947. São elas: Horch, Audi, Wanderer e DKW. No dia 1 de Janeiro de 1985, a Auto Union passou a se chamar Audi AG, com sede empresarial em Ingolstadt, na Alemanha. Atualmente faz parte do grupo Volkswagen.

Bentley Motors Limited

O símbolo foi criado pelo desenhista industrial Gordon Crosby. O nome reflete as iniciais do seu fundador, no meio de duas asas que se referem à velocidade de seus primeiros modelos. É uma empresa automobilística britânica de automóveis de luxo e grand tourers fundada em 1919 por Walter Owen Bentley. Atualmente faz parte do Grupo Volkswagen.

BMW

Representa uma hélice de avião, nas cores azul e preta. Foi criada depois que os irmãos Karl Rath e Gustav Otto conseguiram permissão do governo alemão para produzir motores de avião, em 1917. BMW é a abreviatura de “Fábrica de Motores da Bavária” (Bayerische Motoren Werk).

Bugatti

A marca sempre foi ligada em competições desde que foi fundada por Ettore Bugatti em 1909, em Molsheim, na França. A empresa chegou a ser transferida para Modena, na Itália em 1991, mas em 1998 a marca foi adquirida pela Volkswagen, a qual pertence atualmente.

Buick

A marca iniciou suas atividades como um fabricante independente de carros. Criada em 1903 pelo americano David Dunbar Buick, logo foi parar nas mãos de Willian Durant. A empresa se tornou uma potência e Durant comprou outras marcas e as juntou em um único grupo, o General Motors Corporation.

Cadillac

Fundada em 1902 como Cadillac Automobile Company. O seu emblema representa a coroa do explorador francês Sir Antoine de la Mothe Cadillac, fundador de Detroit. Esta coroa indica o espírito pioneiro da indústria automobilística e desperta muita admiração no mundo todo, com sua grinalda de plumas.

Chevrolet

Louis-Joseph Chevrolet foi um piloto de corridas e co-fundador, junto com William C. Durant, da Chevrolet Motor Car Company, adquirida pela General Motors Corporation. E é a sua marca mais conhecida. Em muitos casos, como no Brasil, Chevrolet e General Motors são sinônimos.

Diz a lenda que o logotipo em forma de gravata borboleta foi baseado na ilustração de papel de parede. Usada pela primeira vez em 1913.

Chrysler

Fundada por Walter Percy Chrysler. A antiga estrela de cinco pontas, formada a partir de um pentágono com cinco triângulos, representa a precisão da engenharia. O logo atual é um escudo com asas, que já havia sido adotado entre as décadas de 30 e 50.

Citroën

Os dois “V” invertidos, conhecidos na França como “Deux Chevron”, simbolizam a engrenagem bi-helicoidal criada pelo engenheiro Andre Citroën, fundador da marca francesa em 1919.

Dodge

Os irmãos John e Horace Dodge decidiram construir um carro em 1900. Começaram com a produção de peças e, em 1914 criaram a fábrica de automóveis. Em 1928 a Dodge Brothers passou a integrar a Chrysler Corporation. O desenho simboliza o carneiro montês da cidade de Dodge, localizada em Kansas, no oeste norte-americano.

Ferrari

O famoso símbolo da Ferrari é um cavalo negro empinado num fundo amarelo, sempre com as letras S F de Scuderia Ferrari. O cavalo era originalmente o símbolo do Conde Francesco Baracca, um lendário “asso” (ás) da força aérea italiana durante a I Guerra Mundial, que o pintou na lateral de seus aviões.

Ferrari é um fabricante italiano de carros de corrida e de esportivos de alto desempenho Fundada por Enzo Ferrari, no início, a Scuderia Ferrari patrocinou pilotos e carros de corrida fabricados; a empresa começou sua produção independente em 1946, mais tarde se tornando Ferrari S.p.A., e desde 1969, quando foi vendida, faz parte do grupo Fiat. A empresa está sediada em Maranello, próximo à Modena, Itália.

Fiat

A sigla em letras brancas sobre fundo azul significa Fábrica Italiana de Automóveis de Turim. Por algum tempo as 4 letras foram substituídas por 4 barras inclinadas (brancas ou cromadas) mas, atualmente, o símbolo remonta aos primeiros veículos fabricados pela Fiat.  Fundada por Giovanni Agnelli, em 11 de Julho de 1899.

Ford

O símbolo oval com a assinatura de Henry Ford permanece quase inalterado desde a fundação da empresa, em 1903. Hoje ele inspira o desenho das grades dos carros da marca.  

GM

A montadora de automóveis norte-americana foi fundada em 1908 sendo na altura a empresa proprietária da Buick. No ano seguinte a GM adquiriu as marcas Cadillac, Oldsmobile, Pontiac e a Chevrolet, totalizando mais de 30 empresas até 1930. Em 1923, Alfred Sloan Jr. assumiu a presidência do grupo.

Quando saiu, em 1956 a GM era já a maior montadora de automóveis do mundo. Tem várias marcas no seu portfólio, entre as quais, as quatro marcas originais de automóveis da GM: Buick, Cadillac, Chevrolet, e Pontiac (será desativada em 2010), além da GMC, que fabrica exclusivamente caminhões, grandes vans e caminhonetes; e outras marcas. Todo este grupo faz da GM a segunda maior montadora de automóveis do mundo.

Honda Motor Company, Limited

É uma das mais importantes montadoras de automóveis e motos do mundo. Fundada por Soichiro Honda - um jovem sonhador e realizador que desde a infância mostrava-se um visionário de seu tempo. Com isso surgiu o lema: “The power of dreams” (o poder dos sonhos). Empresa sediada no Japão que exporta seus automóveis para o mundo inteiro. 

Hyundai

O nome da marca sul-coreana fundada em 1946 significa tempos modernos. Desde 1948 manteve um acordo com a Ford para fabricar os carros americanos destinados apenas ao mercado interno. Somente em 1974 foi elaborado o primeiro automóvel da marca, com toda criação e fabricação desenvolvida pela marca. Em 1998 comprou a Kia Motors. 

Jaguar Cars Limited

Fundada como Swallow Sidecar Company em 1920, por dois entusiastas de motocicleta, Sir William Lyons e William Walmsley. Sete anos mais tarde, a pequena empresa iniciou a construção de carroçarias especiais, mudando sua razão social para Swallow Sidecar and Coachbuilding Company. Em 1945 mudou o nome para Jaguar. Depois de pertencer ao grupo Ford Motor Company, recentemente a marca foi comprada pela indiana Tata Motors.

Jeep

Marca norte-americana cuja origem vem da pronúncia, em inglês, da sigla G.P. (General Purpose), utilizada para identificar os modelos destinados a vários tipos de uso.

Kia Motors Company

A empresa foi fundada em 1944 e é uma das maiores indústrias da Coréia do Sul. O objetivo inicial era fabricar rodas para bicicletas. Em 1961 lançou um motor para motonetas e em 1970 passou a construir veículos comerciais e um ano depois carro de passeio. Comprou a Asia Motors em 1976, mas em 1999 passou ao controle da Hyundai, outra marca sul-coreana.

Lada

Essa marca pertence a um grupo chamado Autovaz, uma montadora Russa. O nome Lada substituiu o original Zhiguli por ter uma fonética dúbia e confusa. A marca ficou famosa no oeste da Europa com o Lada Riva, um carro econômico e que era vendido em grandes quantidades durante os anos de 1980. No Brasil foi uma das primeiras marcas a chegar após a abertura de mercado em 1990, mas sua permanência por aqui durou apenas seis anos. O modelo mais famoso foi o Niva, que até hoje tem um bom mercado.

Lamborghini

O touro que aparece no símbolo dos esportivos italianos é uma homenagem do fundador da marca, Ferruccio Lamborghini, às lutas de touro, pelas quais era fanático. Tanto que os carros da marca (Diablo e Murciélago) têm nomes de touros famosos. 

Lancia

Trata-se de uma das mais antigas fábricas de automóveis da Itália. Surgiu no ano de 1906 e os sócios eram Vicenzo Lancia e Claudio Fogolin. Atualmente é uma das empresas do Grupo FIAT. Com pausas na produção para fabricar equipamentos militares, surgiram sucessos como o Lambda e o Aprilia nos momentos de paz. A empresa teve uma presença muito forte também nos campeonatos de rali com o Lancia Stratos – equipado com motor V6 Ferrari e é considerado até hoje como um dos melhores bólidos já construídos para provas de rali – e com o Lancia Delta HF Integrale.

Land Rover

A marca inglesa é também identificada como o primeiro veículo todo-terreno feito para uso civil. O primeiro modelo foi construído pela Rover em 1948 e baseado no projeto dos irmãos Wilks. A Land Rover tem sido controlada por diversas empresas do segmento durante sua trajetória. Começou pela British Leyland, British Aerospace, BMW, Ford e, a partir de março de 2008, pela indiana Tata Motors. A marca é reconhecida mundialmente por ser o carro oficial da rainha da Inglaterra, que sempre desfila com o modelo Range Rover.

Lotus

O nome vem da flor-de-lótus, e as iniciais ACBC no logotipo da empresa significam Anthony Colin Bruce Chapman, nome do fundador da marca, falecido em 1982.

Maserati

O logotipo da marca italiana representa o tridente de Netuno, símbolo da cidade de Bolonha. A fábrica foi fundada em 1919 pelos irmãos Carlo, Bindo, Alfieri, Ettore e Ernesto Maserati.

Mazda

Jyujiro Matsuda funda a empresa em 1920 com a designação Toyo Cork Kogyo Co., Ltd. A Mazdago, um carrinh de três rodas, começa a ser produzida em 1931. O primeiro logótipo da Mazda surge em 1934. O nome origina de Ahura Mazda, um deus antigo. Além disso, também tem uma sonoridade semelhante à do nome do fundador.

Mercedes-Benz

A estrela de três pontas foi criada pelas mãos do engenheiro Gottlieb Daimler. Ela representa seu domínio sobre o ar, mar e terra. Foi usada pela primeira vez em um Daimler de 1909 e foi combinado com o louro Benz em 1926, para significar a união das duas empresas. 

MG

As iniciais da montadora britânica significam Morris Garage. Fundada em 1924 por William Morris e Cecil Kimber. A MG começou como uma revendedora de automóveis da Morris Cars. Mais tarde começou a criar versões desportivas dos modelos da Morris Cars, passando a construir os seus próprios modelos poucos anos depois. Em 1968 a BMC funde-se com a Leyland Motor Corporation para dar início à BL (British Leyland). Em 1988 o grupo é comprado pela British Aerospace e em 1994 volta a ser comprada, agora pela BMW. Em 2005 a MG Rover deixa de produzir e nesse mesmo ano é comprada pela NAG (Nanjing Automobile Group), uma empresa chinesa. Recentemente em 2007 a NAG anunciou o recomeço da produção de automóveis da marca MG no Reino Unido. 

Mitsubishi

Um diamante de três pontas que remete à resistência e preciosidade. O símbolo veio do nome da marca: “Mitsu” significa três em japonês; “Bishi”, diamante.

Nissan

Nissan significa “indústria japonesa”.

A cor do céu e do sucesso na cultura japonesa estão representados na moldura azul da marca. Com o círculo vermelho ao fundo, ambos representam a luz do sol e a sinceridade e remetem ao provérbio “sinceridade leva ao sucesso”.

Oldsmobile

Foi uma marca de automóveis produzidos para a maior parte de sua existência pela General Motors Corporation. Fundada por Ransom E. Olds, em 1897. Nos seus 107 anos de história, produziu 35,2 milhões veículos, dos quais pelo menos 14 milhões construído em sua fábrica de Lansing Michigan. Quando ele foi extinto, Oldsmobile era a mais velha sobrevivente marca de automóvel norte-americano, e uma das mais antigas do mundo, depois da Daimler e Peugeot. É primeira marca da General Motors Corporation a ser extinta no século 21.

Peugeot

O leão estilizado, que representa a “qualidade superior da marca” e homenageia a cidade de Lion (França), é usado desde 1919. Desde então, o logotipo sofreu sete modificações.

Pontiac

Pontiac é uma marca de automóveis produzidos desde 1926 e vendido nos Estados Unidos, Canadá e México pela General Motors. Comercializado como uma marca “atlética” especializada em integrar o desempenho dos veículos.  

Porsche

São dois brasões sobrepostos – o da região de Baden-Württemberg e o da cidade de Stutgartt (o cavalo empinado), sede da marca alemã. A marca adotou o símbolo a partir de 1949.

Puma

Iniciou sua produção em 1964 usando a mecânica do DKW e, em 1967, mudou para a mecânica do Fusca. Os primeiros “Pumas”, na verdade DKW-Malzoni, foram feitos para correr e, de fato, sempre brilharam em Interlagos. Foram exportados para diversos países, principalmente para os EUA, entre 1970 e 1980. 

Quadrifóglio

O trevo de quatro folhas dos esportivos da Alfa Romeo é o amuleto usado pelo piloto Ugo Sivocci, considerado herói da marca depois de ter morrido em um acidente, em 1923, no circuito de Monza (Itália). A partir daquele ano, todos os carros de corrida passaram a ter esse logotipo na carroceria.

Renault

O losango parecido com um diamante foi adotado em 1925, para sugerir sofisticação e prestígio. Desde então, teve quatro mudanças de visual. O primeiro símbolo, de 1898, eram dois “R”, em homenagem aos irmãos Louis e Marcel Renault, fundadores da marca francesa.


Rolls Royce

Os dois “R” do logotipo eram estampados em vermelho. Com a morte de seus dois fundadores, Charles Rolls (1910) e Frederick Royce (1933), as letras passaram a ser grafadas em preto, em sinal de luto. 

Saab

A sueca Saab começou a fabricar aviões em 1938. O nome vem de Svenska Aeroplan Akteebolaget. A produção de automóveis começou em 1959. O logotipo circular tem um animal mitológico com cabeça de águia e garras de leão, símbolo da vigilância. O azul de fundo é a cor da marinha. O foco principal da Saab ainda é a produção de aviões, principalmente aviões de caça. 

Seat

A marca é uma abreviação de Sociedad Española de Automóviles de Turismo. Atualmente é uma das principais fabricantes de automóveis da Espanha. A companhia foi fundada em 1950, por iniciativa do Instituto Nacional de Industria (INI) para incentivar a venda de carros na Espanha do pós-guerra. 

Skoda

O nome correto é Skoda Auto. Trata-se de uma companhia automobilística da República Checa fundada em 1925 e uma das mais antigas deste ramo no mundo. Em 1991 tornou-se subsidiária do Grupo Volkswagen. A fábrica de automóveis surgiu em 1925 como resultado da fusão da Laurin & Klement, fundada em 1895, e da Skoda Pilsen. A primeira já fabricava carros, embora tenha começado a sua atividade com a produção de bicicletas. Depois surgiram as motos de corrida e enfim o primeiro automóvel, o Voiturette A, um grande sucesso de vendas. 

Subaru

Na língua japonesa, Subaru tem o significado de “plêiade” (conjunto de estrelas). Isso explica a constelação adotada como logotipo da marca. 

Suzuki

A marca japonesa surgiu em 1955 com o lançamento do carro Suzulight, mas antes já se dedicava a fabricação de motos. Entre 1937 e 1939 chegou a ter um projeto para construção em massa de pequenos carros, mas que foi abandonado devido ao eclodir da Segunda Guerra Mundial. 

Toyota

O nome original da família que fundou a marca era Toyoda. Foi alterado posteriormente para facilitar a pronuncia e assim passou a se chamar Toyota. As origens da empresa, em setembro de 1933.

O desenho consiste em 3 elipses entrelaçadas. Em termos geométricos, uma elipse possui dois pontos centrais: um deles é o coração dos clientes e o outro é o coração do produto.  A elipse maior unifica os dois corações. A combinação das elipses vertical e horizontal simboliza o “T” de Toyota. O espaço do fundo representa o contínuo avanço do desenvolvimento tecnológico da Toyota. Atualmente é a maior montadora de automóveis no mundo. 

Volkswagen

Um dos mais familiares símbolos entre as marcas de veículos, este círculo envolve um “V” e um “W”, iniciais de volks (em alemão: povo) e wagen (vagão, veículo), ou seja: carro do povo, ou popular, já naquela época! Foi encomendado pelo próprio governo alemão ao engenheiro Ferdinand Porsche (o próprio). Por isso ambos os veículos usavam motores refrigerados a ar até pouco tempo atrás.

Volvo

O polêmico logotipo da marca sueca é o símbolo do ferro, que mais tarde virou o símbolo masculino. Por esse motivo já foi muito contestado por movimentos feministas na Europa.  

Yamaha Motor Co., Ltd.

O nome da marca Yamaha usada pela Yamaha Motor originou-se no nome de Torakusu Yamaha, o fundador de sua companhia matriz, Nippon Gakki (atual Yamaha Corporation). Um arranjo de três diapasões no emblema original incorporavam a idéia de “três braços de produção, marketing e tecnologia ousadamente ascendendo para o mundo” foi definido pela Nippon Gakki em 1898 e tem sido usado pela Yamaha Motor desde a sua fundação.

Pesquisa: Wikipédia, sites oficiais e internet

Por: Graziela Marques da Rocha